quinta-feira, 22 de setembro de 2016

SÁBADO, 24 DE SETEMBRO: POSTOS DE SAÚDE DE VICÊNCIA VACINAM CRIANÇAS E ADOLESCENTES.

INCIATIVA CONTEMPLARÁ A CAMPANHA DE MULTIVACINAÇÃO.

Imagem da Internet

Visando atualizar as vacinas das crianças e adolescentes, a Secretaria de saúde do município de Vicência estará realizando neste sábado (24) a Campanha de Multivacinação para crianças MENORES DE 5 (CINCO) ANOS  e de 9 (NOVE) a 15 (ANOS).

A coordenadora municipal de vigilância em saúde, Paula Fonseca, informou que todos os postos de saúde do município disponibilizarão as vacinas.

De acordo com o Ministério da Saúde devem ser vacinadas mais de 20 milhões de crianças e adolescentes. Os objetivos são atualizar a caderneta de vacinação e contribuir na redução da incidência de doenças imunopreveníveis.

O "Dia D" acontece neste sábado (24) em todo o país. Os que tomarem as vacinas ficarão imunizados contra sarampo, caxumba, rubéola (tríplice viral), poliomielite (nova pólio) e HPV (câncer do colo do útero e verrugas genitais).

Adultos também poderão atualizar a carteira de vacinação, porém a prioridade é para as crianças e adolescentes.


quinta-feira, 15 de setembro de 2016

EMENDA DO DEPUTADO ALUÍSIO LESSA TRAZ CINEMA DE GRAÇA PARA VICÊNCIA.

CINEMA PERNAMBUCANO É DESTAQUE EM VICÊNCIA.

Colaboração: Aurino Roseno
Foto: Divulgação

Buscando a valorização do cinema pernambucano e nacional, o deputado estadual Aluísio Lessa é o autor da emenda responsável pela criação do projeto Cinema na Estrada. A iniciativa tem como foco a interiorização da produção cinematográfica pernambucana e brasileira e viabilizar a criação de novas salas no Estado. 

SOBRE O PROJETO - O Cinema na Estrada é uma ação estratégica para promover a difusão das obras audiovisuais pernambucanas em todo o estado, através de exibição de filmes em espaços públicos (a céu aberto) possibilitando a inclusão de novos públicos e contribuindo para diminuir os gargalos da distribuição.

O  projeto será executado nos  seguintes municípios: Mata Norte: Goiana, Paudalho, Vicência, Itambé, Nazaré da Mata, Condado; Sertão Central: Salgueiro; Agreste Setentrional: Bom Jardim, Limoeiro; Agreste Meridional: Saloá, Garanhuns(comunidades quilombolas); Sertão do Pajeú: Afogados da Ingazeira, Tacaratu; Agreste Central: Belo Jardim, Bezerros, São Bento do Una, Lagoa dos Gatos; Mata Sul: Palmares, Primavera, Ribeirão, Jaqueira, Catende; RMR: Camaragibe , Itamaracá.

Serviço:

Cinema na Estrada 

Filmes a serem exibidos:

Salu e o Cavalo Marinho (Animação, 2014, 14 minutos, PE), de Cecília da 
Fonte

A Clave dos Pregões (Documentário, 15 minutos, 2015), de Pablo Nóbrega

Olhos de Botão (Ficção, 18 minutos, 2015) de Marlom Meirelles

Psiu! (Documentário, 20 minutos, 2014), de Antônio Carrilho e Juliana Lima

João Heleno dos Brito (Ficção, 20 minutos, 2014), de Neco Tabosa

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

SESI-PE DISCUTE GESTÃO EM SST E CUSTOS DO ABSENTEÍSMO EM WORKSHOP GRATUITO.

Sesi/PE discute gestão em SST e custos do absenteísmo em workshop gratuito

Colaboração: Rochéle alves
Foto: Divulgação

A gestão da Segurança e Saúde no ambiente de trabalho têm se tornado cada vez mais relevante na agenda empresarial. A prevenção aos acidentes gera impactos positivos como melhoria da qualidade de vida do trabalhador e ganhos de produtividade. Para atualizar o empresariado local sobre o tema, o Serviço Social da Indústria de Pernambuco (Sesi/PE) realiza na segunda-feira (19), a partir das 18h, na Casa da Indústria, o Workshop Empresarial gratuito com foco na gestão em Segurança e Saúde no Trabalho (SST), Absenteísmo e Promoção da Saúde. Interessados devem ligar para (81) 3412-8330 ou enviar um e-mail para relacionamento@pe.sesi.org.br. As vagas são limitadas.

O especialista em desenvolvimento industrial e gestão de saúde pela Fundação Dom Cabral/Sírio Libanês, Gustavo Nicolai, será o palestrante do evento. Nicolai vai orientar como as empresas podem reduzir os crescentes custos com saúde, que é responsável por drenar 40% dos benefícios pagos na folha de pagamento, e diminuir o pagamento de impostos previdenciários de acidentes do trabalho, doenças e faltas dos trabalhadores, que consome 4% do PIB brasileiro ao ano.

“Nosso intuito é mostrar como as empresas podem, de fato, equilibrar essas contas e os interesses dos trabalhadores no cenário de crise para aumentar a produtividade”, afirma o superintendente do Sesi, Nilo Simões. Os impactos do e-Social e a Estratégia da entidade para Promoção de Saúde e SST para fazer frente aos novos desafios da indústria desenvolvidas a partir de oito centro de referência nas áreas de ergonomia, reabilitação, tecnologias e saúde ocupacional também entrarão na pauta.

Serviço:
Workshop Empresarial Gratuito - Gestão em SST, Absenteísmo e Promoção da Saúde
Data: segunda-feira (19 de setembro), das 18h30 às 20h30
Local: Casa da Indústria, na Av. Cruz Cabugá, 767, Santo Amaro, Recife.
Inscrições: (81) 3412-8330 ou e-mail relacionamento@pe.sesi.org.br

domingo, 4 de setembro de 2016

ELEIÇÕES 2004: O DIA EM QUE O 15 VIROU 11 EM VICÊNCIA.

CRÔNICA BASEADA EM ACONTECIMENTOS REAIS MUITO COMUM EM ELEIÇÕES.
Os nomes são fictícios, mas o fato foi visto por todos os seres que possuem olhos...

Por Samuel Cazumbá

Seu Armando ainda hoje é semianalfabeto. Mal sabe assinar o nome. Todavia os números ele conhece muito bem. Aprendera exatamente para desenhá-los na cédula eleitoral, na época que o eleitor assinalava o número do candidato nos quadrinhos da chapa. Ainda estava um tanto indeciso sobre em quem votaria para prefeito. Semelhante ao que está acontecendo no atual pleito, dois candidatos polarizavam a disputa e uma outra corria por fora.

Mesmo cheio de dúvidas, Armando se engajou na campanha do 15 na fase final. Foi apenas para receber um dinheirinho carregando bandeira, indo às caminhadas, segurando latas de tinta (quando era permitida a pintura de paredes) e realizando outros mandados dos responsáveis pelo comitê.

Como é de costume em cidades do interior, a política fervia em sua reta final. Nervos à flor da pele, xingamentos, brigas, confusão na delegacia, deboches, carros de som incomodando os moradores, etc, etc, etc.

No dia da eleição, Armando acordou cedo. A barba estava por fazer, porém ele preferiu não raspá-la. No banheiro, um aparelho bic amarelo repousava sobre a pia, mas ele não usou. Após o banho matinal sentou-se à mesa para tomar o desejum. Estava tranquilo. Comeu um pedaço de melancia, passou manteiga em dois pães bolachão, encheu um xicrão com café e, como todo nordestino que se preza, foi na cuscuzeira, retirou uma fatia do tradicional cuscuz, misturou com umas rodelas de inhame que havia sobrado da noite anterior, ensopou a mistura com molho de galinha e comeu com seus pedaços preferidos: coxa, sobrecoxa, pescoço e uma asa. Bebeu um copo d'água gelada e foi para a rua. Nem ao menos lavou a boca. Escovar os dentes era luxo.

Nas ruas a população parecia dividida. Camisas brancas com o número 15 em azul disputavam espaço com camisas brancas com o número 11 em vermelho. Os mais achegados aos candidatos vestiam camisetas diferenciadas. O vai-e-vem de eleitores era intenso. Seu Armando era um deles. Estava com sua camisa do 15, afinal até a noite da sexta-feira, recebeu seu pagamento.

Onze e quarenta da manhã. Acostumada a se alimentar na hora certa, a barriga de Seu Armando deu sinal. Soube que havia almoço na casa de um político e se encaminhou para o local. Ao chegar em frente ao Ginásio de Esportes encontrou com um amigo do outro lado. Ciço vestia a camisa do 11 e na mão direita segurava duas do 15.

- E aê, meu véi, toma essa pá tu. - Falou o amigo.

Armando não entendeu direito, mas pegou a vestimenta. O amigo Ciço entrou no Ginásio de Esportes e saiu mais gordo. Virou a casaca? Armando pegou sua camisa do 11, enrolou direitinho e enfiou no bolso direito da calça, tomando cuidado para não fazer tanto volume. Ambos se dirigiram para a residência do parlamentar, que ficava ali próximo, pegaram suas quentinhas e desceram a ladeira.

No mesmo ponto em que haviam se encontrado, Ciço tirou a camisa do 15, enrolou direitinho e enfiou no bolso direito da calça. Armando entendeu tudo. Entrou no ginásio de Esportes, tirou a camisa do 15, enrolou direitinho, colocou no bolso esquerdo da calça...

E vestiu a outra.


sábado, 3 de setembro de 2016

MORTE DO PROFESSOR EDSON GOMES COMOVE POPULAÇÃO DE VICÊNCIA.

ACIDENTE NA CIDADE DE ALIANÇA TIROU A VIDA DO EDUCADOR.

Uma perda irreparável para a educação vicenciana. A morte prematura do professor Edson deixou a população de Vicência um tanto desorientada. As pessoas custavam a acreditar na tragédia ocorrida na cidade Aliança na tarde da última sexta-feira (03).

As Redes Sociais ficaram congestionadas de postagens de despedida.

Pessoa calma, serena e tranquila, Edson fazia parte da equipe gestora da escola Dr. Joaquim Correia (CERu.). Colegas de trabalho, ex-alunos e amigos externaram os votos de pesar pelo seu desaparecimento.

As coligações partidárias cancelaram eventos e divulgaram nota de pesar em carros de som ou através dos perfis dos candidatos nas Redes Sociais.

O blog se solidariza coma família neste momento de dor e comoção, no qual palavras escritas ou faladas não são suficientes para aplacar a saudade que certamente ficará.

"...façamos com que a nossa estada no trem da vida seja tranquila, que tenha valido a pena e que quando chegar a hora de desembarcarmos o nosso lugar vazio traga saudades e boas recordações para aqueles que prosseguirem a viagem." (A.D.)

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

ALBERTH VINÍCIUS, ALUNO DA EREM PADRE GUEDES: DE VICÊNCIA PARA O CANADÁ.

ESTUDANTE VIAJOU PELO PROGRAMA GANHE O MUNDO DO GOVERNO DO ESTADO.

Fotos: Reprodução do Facebook

O estudante Alberth Vinícius, aluno da Escola de Referência Padre Guedes, em Vicência, viajou na manhã desta quinta-feira para o Canadá. Ele é primeiro de outros três alunos da escola que viajarão ao exterior até o início do ano que vem.

Alberth e mais quatro colegas foram classificados no Programa Ganhe o Mundo, da Secretaria de Educação do Governo do Estado
de Pernambuco, que concede bolsas de estudo de seis meses em países como Canadá, Estados Unidos, Argentina, Austrália e Nova Zelândia.

Os estudantes passarão o período estudando e absorvendo novas expectativas. No retorno apresentam um projeto baseado em suas experiências vividas no estrangeiro.

As turmas para a próxima edição do projeto já estão sendo formadas. A ministração das aulas é feita por uma ex-aluna da escola que também viajou para o Canadá, Soniely Carlos.

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO FOI DESTAQUE NO ENCONTRO NACIONAL DO DETRANS.

Colaboração: Jô Lima 
 Foto: Paulo Maciel
Foi encerrado hoje, 26, o 54º Encontro Nacional dos Detrans, tendo a educação para o trânsito o grande destaque entre os assuntos debatidos pelos diretores dos órgãos. Dentre as pautas discutidas, o diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Elmer Coelho Vicenzi, enfatizou que o departamento criou o portal Edutran, onde serão disponibilizados materiais, campanhas e atividades educativas.

Na oportunidade Charles Ribeiro, diretor presidente do Detran-PE, apresentou as ações educativas realizadas pelo órgão pernambucano, mostrando a presença da Turma do Fom Fom e dos técnicos de educação para o trânsito, destacando as Blitz Educativa, Detran nos Municípios, Maio Amarelo,  entre outras.
“Atendendo determinação do governador Paulo Câmara, estamos investindo ainda mais na área educativa e ampliando as atividades para todo o estado. Com esse trabalho, ano a ano conseguimos reduzir os índices de acidentes e consequentemente os custos com tratamentos médicos nos hospitais públicos”, disse Ribeiro.
Além desse tema, os diretores dos 27 estados brasileiros discutiram outros assuntos, a exemplo do cenário nacional da implantação de simuladores de direção veicular (problemas e estratégias); estratégias para aplicação da Lei 12.977 e Resolução 530, sobre a desmontagem de veículos; placas do Mercosul; resoluções internas. 

O evento foi promovido pela Associação Nacional dos DETRANS (AND), entre os dias 24 e 26 de agosto, no Hotel Grand Mercure Summerville, na Praia de Muro Alto – Ipojuca.

GUIAS ELEITORAIS ESTREIAM NA PROGRAMAÇÃO DA VICÊNCIA FM. (Por dez minutos me senti na Finlândia...)

COLIGAÇÕES INICIARAM PROGRAMAS NA BASE DO PAZ E AMOR. CLIMA DEVE ESQUENTAR NOS PRÓXIMOS DIAS.

Imagem da Internet

Se os guias eleitorais continuassem a ser produzidos e apresentados da forma como foram no dia de hoje, certamente o público não iria gostar e a audiência não seria tão boa. O incrível é que as três coligações agiram de forma correta, coerente e respeitosa, tanto uma para com a outra como para com o eleitor. 

Mas essa tranquilidade não deve durar muito tempo. Daqui a poucos dias o clima promete esquentar. Os produtores dos programas dos candidatos deixarão de lado a política da Boa Vizinhança e começarão a se digladiarem (como muitos eleitores já estão fazendo nas Redes Sociais). Para isto basta apenas um lado iniciar a provocação e o espaço destinado para o candidato (ou candidata) apresentar suas propostas vai para o beleléu.

Mas essa é a graça da política. É o que o eleitor quer ver ( e ouvir): dedo no olho, xingamentos, agressões, esculhambações, o escambau.

Enquanto os principais candidatos estão preocupados com os acordo$, seus seguidores querem não apenas ganhar as eleições, mas massacrar, humilhar e ,se tiverem oportunidade, eliminar de vez seus adversários que, neste período, se tornam inimigos de ferro a fogo.

"As pessoas boas devem amar seus semelhantes..." Só se for depois da política, prezados moradores da Vila do Chaves...

sábado, 20 de agosto de 2016

HAMILTON CORREIA: VICÊNCIA PRESENTE NO OURO OLÍMPICO DA SELEÇÃO.

BANDEIRA DE VICÊNCIA: AS CORES QUE FALTAVAM.

Desde a primeira passagem de Alexandre Gallo pelo Clube Náutico Capibaribe, que o vicenciano Hamilton Correia caiu nas graças do treinador. quando o então comandante alvirrubro foi convidado para assumir a seleção olímpica levou consigo o representante da Princesa do Vale do Sirigi. O tempo passou, Gallo saiu e Hamilton ficou.

Responsável por toda logística da Seleção Olímpica, o jovem vicenciano chamou a atenção do mundo ao levar a bandeira de Vicência para completar as cores do pavilhão nacional. 

Faltava o ouro olímpico no futebol. Não falta mais.

Faltavam as cores azul e branca na festa brasileira. Graças a Hamilton Correia, não faltam mais...


quarta-feira, 10 de agosto de 2016

IMPOSTO MAIOR DA GASOLINA PODE ALAVANCAR SETOR DE FABRICAÇÃO DE ENTANOL.

O reajuste do tributo foi pedido ontem pela Feplana ao ministro de Minas e Energia. Além de bilhões em investimento no setor, a competitividade do etanol brasileiro promoverá o aumento de milhares de emprego e contribuirá para o Brasil atender as metas ambientais postas na COP21.



Contribuição: Robério Coutinho (AFCP)
Foto: Reprodução

O governo do presidente interino Michel Temer estuda aumentar a Cide, tributo que incide sobre os combustíveis. Porém, não há nada definido, apesar do preço  artificial da gasolina por vários anos no governo Dilma Rousseff, já que a Petrobras importava o combustível fóssil mais caro e vendia mais barato no País. Fato este que promoveu uma concorrência desleal com o etanol a base de cana de açúcar, impactando esta cadeia produtiva brasileira, o que gerou a maior crise do setor sucroenergético. A fim de reverter esta situação e voltar a movimentar bilhões adicionais na economia com a retomada do incremento do etanol na matriz energética, com efeitos na geração de emprego e renda, o presidente da Federação dos Plantadores de Cana do Brasil (Feplana), Alexandre Andrade Lima, reuniu-se com membros do governo e o ministro de Minas e Energias, Fernando Filho. A reunião foi realizada em Brasília nesta terça-feira (9).

A Feplana defendeu o reajuste da Cide da gasolina e a aplicação de um critério ambiental onde taxa o combustível a partir do seu teor poluente. O ministro ficou de se reunir com a equipe econômica do governo para avaliar a viabilidade da medida, bem como de outros pleitos do setor. "O aumento do tributo é uma forma de garantir a justa competitividade do etanol, já que o governo congelou por anos o preço da gasolina"disse Andrade Lima.

O líder dos canavieiros do Brasil também ressaltou a importância da medida para a ampliação do consumo do combustível a base de cana - uma matéria prima renovável, limpa e sustentável. Com isso, haverá grande movimentação financeira com positivos reflexos na economia. O dirigente lembrou que mais de US$ 40 bilhões poderá ser investido pelo setor para atender a demanda dos consumidores, além de todos os benefícios a ser gerados com milhares de novos empregos. A iniciativa ainda ajuda com o país a cumprir sua meta posta na COP 21.


A questão ambiental também foi frisada pela Feplana durante a reunião com o ministro ao defender a adoção de critérios graduais para a taxação da Cide sobre os combustíveis a partir do seu teor de poluição. Paulo Leal,vice-presidente da entidade canavieira, defendeu o proposta de transformar a Cide em um Gren Tax já existente em alguns países. A 'taxa verde' consiste em beneficiar combustíveis renováveis e taxar mais os poluentes.

O dirigente aproveitou para lembrar ao ministro que 80 usinas fecharam nos últimos anos e mais de 80 estão em recuperação judicial. Além de Leal e Lima, a reunião com Fernando Filho contou com a participação do diretor da Feplana, Murilo Paraíso, do presidente da Sindicato dos Cultivadores de Cana de PE, Gerson Carneiro Leão, do deputado federal André Amaral (PMDB/PB) e do secretário nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, Marcio Felix. 

Cooperativas e BR Distribuidora

Andrade Lima ainda tratou com o ministro de Minas e Energias sobre a liberação da comercialização de etanol de cooperativas de canavieiros do Nordeste com a Distribuidora BR, empresa vinculada à Petrobras. O dirigente solicitou ação ministerial para destravar a proibição descabida da venda de etanol da cooperativa que administra a Usina Cruangi em Pernambuco à Distribuidora. A estatal bloqueou a negociação por conta de pendências dos donos da usina,mesmo sem haver nenhum passivo da Cooperativa formada por agricultores.

"Enquanto o governo pernambucano estimula o cooperativismo, até com a elevação do crédito presumido do ICMS do etanol produzido no local, a União, através da BR Distribuidora, está dificultando a retomada desta   importante atividade socioeconômica para a região, com esse bloqueio sem lógica", reclamou o dirigente. Lima solicita que o ministro de Minas e Energia revise esta injusta situação com o setor, de modo que permita a comercialização do etanol da cooperativa com a referida estatal, o que garantirá o restabelecimento de uma relação comercial normal, como já acontece entre a cooperativa com as demais companhias distribuidoras.

Área de anexos

RECURSO DO FUNDEF PODE SER PAGO AINDA ESTE ANO.

DEPARTAMENTO FINANCEIRO ALERTA SOBRE INFORMAÇÕES DESENCONTRADAS.

A expectativa é imensa. O assunto mais comentado pelos educadores vicencianos é o chamado "Fundão". Um recurso pendente, do Governo Federal, relativo à mudança do FUNDEF para FUNDEB. Têm direito a receber os proventos os professores que estavam lecionando entre 2001 e 2006. O valor aproximado para o município de Vicência seria de 19 milhões. Destes, 60% deve ser rateado com os educadores e o restante poderá ser usado pela prefeitura para qualquer outro fim.

Conversamos com um integrante do departamento financeiro da Prefeitura Municipal de Vicência, que confirmou a veracidade do recurso e seu provável pagamento até o final deste ano. "Tudo depende da boa vontade do governo federal liberar o dinheiro. Ele realmente existe e não há mais para onde recorrer", informou o interlocutor. Ainda, segundo ele, prever qualquer data para um eventual pagamento é arriscado, mas espera que até o final do ano o dinheiro esteja à disposição da categoria. Esta semana um representante do governo municipal estará em Brasília para adiantar o processo.

Na última segunda-feira (08) o SINPRO-PE realizou uma assembleia com os professores na qual foi falado sobre o assunto.

domingo, 7 de agosto de 2016

VICÊNCIA, ELEIÇÕES 2016: FATOS, VERSÕES E ALGO MAIS.

A OMBRIDADE DE RECUAR NA HORA CERTA

Por Samuel Cazumbá
Fotos: Divulgação

Nada é mais vulnerável do que a dinâmica política. E quando se trata da política de interior, a disputa se torna ainda mais acirrada. Fatos inéditos têm acontecido neste período pré-eleitoral em Vicência. Um deles é a retirada de uma chapa já definida e o apoio a outro grupo (Em 1987 o então candidato Paulo Tadeu, na época filiado ao PDT, abdicou da candidatura, todavia no decorrer da campanha).

O Próprio prefeito Paulo Tadeu afirma que “a política é como uma Roda Gigante”. Há um entendimento dúbio na afirmação do gestor. Primeiro há momentos nos quais os parlamentares estão por cima e, em um único giro, veem-se no último estágio, com os pés muito próximos do chão. Em segundo lugar, as pessoas podem subir acompanhadas por um amigo e descer abraçados a um adversário.

A socialista Tita Jerônimo é a personificação da experiência no âmbito político. Veio de origem humilde, como faz questão de mencionar, quando é convidada para falar sobre suas raízes. O apanhar capim e a lata d’água na cabeça não foram empecilhos para alcançar os seus ideais. Começou a lecionar muito jovem e assumiu a Secretaria de Educação entre 1988 e 1991, durante a gestão do então prefeito Mário Ramos. Um câncer a fez repensar sobre a vida, afirma ela. Humanizou-se mais e passou a se sentir útil para a família, a escola e a sociedade.

Dona Tita, como é conhecida na cidade, foi peça fundamental para a eleição e reeleição do prefeito Paulo Tadeu. Foi à luta como poucos e conseguiu os louros da vitória. Também auxiliou na campanha e administração do ex-prefeito Zezinho Tinin (2005-2008).

Secretariando a pasta da Assistência Social no atual governo, talvez nunca tivesse passado pela sua cabeça, ser lançada como pré-candidata à prefeita do município. Não passou, até determinado momento. Porque várias vezes o gestor deixou claro quem seria sua pretensa sucessora. O fato é que Dr. Paulo disse ter feito uma enquete na qual colocou vários nomes para que a população indicasse quem deveria ocupar o seu lugar. No final sobraram apenas ela, o vereador Bidoga e o jovem advogado Carlos Wilson. Enfim, o prefeito reuniu a imprensa local e anunciou Tita Jerônimo como pré-candidata e em seguida, Carlos Wilson, vice.

Homônimo de um influente político pernambucano, Carlos Wilson tem correndo nas veias o sangue da política. Neto do ex-vice-prefeito e ex-vereador Luiz Carlos Vieira de Vasconcelos, o mais novo integrante do PTB, iniciou sua carreira política ainda na adolescência, durante o Ensino Médio. Sempre se mostrou interessado pelas conversas que envolvessem os personagens políticos e suas peripécias.

Wilson foi candidato a vereador em 2008 e, por cinco votos, não ocupou uma cadeira na Casa Mário Ramos de Andrade Lima. Em 2010, juntamente com o vereador Jânio, conseguiu uma votação extraordinária para Cássia do Moinho, candidata a deputada estadual, naquele ano. Carlos Wilson não saiu da cena política. Integrou-se ao grupo do prefeito Paulo Tadeu e passou a acompanhá-lo nos eventos, conseguindo assim certo destaque.

Com a juventude jogando a seu favor, Carlos Wilson pode ter um futuro promissor e por em prática um desejo seu revelado a este blogueiro, em um encontro casual na esquina da Rua Oliveira Estelita. Naquela ocasião, recém-saído do Ensino Médio e ingressando na Universidade de Direito, nos confidenciava que “estava partindo, mas após concluir os estudos voltaria para ser prefeito de Vicência.” Pode-se dizer que a previsão bateu na trave nas eleições deste ano.

A chapa dos sonhos do prefeito Paulo Tadeu acabou sendo sufocada por uma série de fatores internos e externos, restando apenas a união com o grupo político liderado pelo vice-prefeito, Dija (PSD). Foi um acontecimento que parou a cidade. Uma das mais demoradas articulações políticas da história, com direito até ao adiamento da convenção do PSB.


Finalmente, entre mortos e feridos, salvaram-se todos. Se hoje foi necessário, não dar um passo atrás, mas ceder a uma realidade pré-anunciada, o amanhã poderá ser mais promissor para ambas as partes. Talvez a variação de um texto bíblico se adeque à dupla, tema deste artigo, na qual, não seriam os humilhados, mas sim os humildes que serão exaltados...

sábado, 6 de agosto de 2016

O DESTINO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS NOS MUNICÍPIOS.

PARA ONDE VÃO?

Foto: Reprodução da Internet
Extraído de Orbe Político

A lei que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (‪#‎PNRS‬) - cujo principal objetivo é a eliminação das formas de destinação e disposição final inadequada de resíduos sólidos e rejeitos - completou seis anos. ACNM - Confederação Nacional de Municípios disponibiliza um Observatório online que permite monitorar em todo o país o seu cumprimento no www.lixoes.cnm.org.br .
 Dentre as competências especificas estabelecidas pela lei, as dos municípios são: elaborar os Planos Municipais de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos; encerrar/remediar ‪#‎lixões‬ e ‪#‎aterros‬ controlados; implantar ‪#‎coletaseletiva‬ com inclusão social; e fazer compostagem. Mas, por que isso ainda não é uma realidade nos governos locais? Confira análise: http://t.co/cGkdGJtndM.

sexta-feira, 22 de julho de 2016

JOVENS EMPREENDEDORES INAUGURAM GRÁFICA EM VICÊNCIA.

CRIARTE VEM OCUPAR LACUNA NO MUNICÍPIO.

Foi inaugurada na manhã da última quinta-feira (21) a CRIARTE, Gráfica e Comunicação Visual. Quatro jovens vicencianos estão à frente do empreendimento. O espaço vem preencher uma lacuna de um setor que não existe diretamente na cidade. (Veja fôlder com os serviços oferecidos)

A loja fica localizada na Rua Joaquim Távora, 72, próxima ao Loteamento Nova Vicência.


SESI OFERECE MAIS DE 10 MIL VAGAS EM CURSOS NA ZONA DA MATA

Sesi/PE oferece mais de 10 mil vagas em cursos na Zona da Mata


Por: Rochélle Alves
Foto: Divulgação

O Serviço Social da Indústria de Pernambuco (Sesi/E) está com inscrições abertas para 280 vagas em cursos de supletivo, pré-vestibular e iniciação à informática com preços populares e outras 10 mil vagas gratuitas em cursos à distância na Zona da Mata. “Nosso intuito é celebrar os 70 anos do Sesi oferecendo oportunidades para a população se preparar para o mercado de trabalho”, afirma o superintendente da instituição, Nilo Simões.
São 600 vagas no programa Educação de Jovens e Adultos (EJA), o antigo supletivo, em todo o Estado. Na Zona da Mata, são 80 vagas, destinadas a pessoas com mais de 15 anos. O Ensino Fundamental pode ser concluído em quatro anos, enquanto para o Ensino Médio basta um ano e meio. As aulas serão na Unidade de Moreno, que atende à Zona da Mata Sul, no período da noite, para facilitar o acesso de quem trabalha. As demais turmas vão acontecer no Recife, Caruaru e Petrolina. As inscrições vão até 29 de julho, mas quem se matricular até o dia 22 de julho, tem desconto de 10%.
Para ajudar quem deseja entrar em uma universidade, o Sesi/PE disponibiliza 200 vagas em seu curso preparatório para o Exame Nacional do Ensino Médio, o Pré-Enem, sendo 40 delas em Goiana. As aulas iniciam em agosto.
Para quem deseja aprender a “mexer no computador”, o Sesi oferece 100 vagas em cursos de iniciação à informática, Office 2013, excel intermediário e avançado na Unidade de Goiana. Com carga horária que varia de 8h a 42h e preços a partir de R$ 29,00. Mais informações pelo telefone (81) 3626.0658.
Já para atualização profissional, o Sesi oferece 10 mil vagas gratuitas em 67 cursos onlines até o final de julho. Inscrições no site www.pe.sesi.org.br. Mais informações pelo e-mailrelacionamento@pe.sesi.org.br ou pelo WhatsApp (81) 9.8829.3330.